domingo, 21 de dezembro de 2008

Boas Festas: Feliz Natal e Bom Ano Novo


Barraquinha da Turma CEF 1

A turma do CEF 1 organizou uma banca de venda de materiais alusivos ao Natal. Os alunos aproveitaram a quadra para divulgar alguns dos seus trabalhos elaborados nas aulas.

Textos de Natal - "Um Natal Especial" e "Um Natal quase perdido"

Um Natal Especial
Era uma vez um reino onde só viviam fadas. Por isso, está claro, era o “Reino das Fadas”.
Naquele Natal todas andavam muito atarefadas. Mas tinham uma vantagem: elas voavam! Levavam fitas, traziam fitas, havia bolas da árvore de Natal pelo chão! Esta azáfama toda era porque tinham um prazo a cumprir: na noite de Natal, tinham de ter a Árvore toda ornamentada.
Todas as fadas se orgulhavam do seu reino. Havia um supermercado, o “Super-Fadas”, onde se vendiam legumes mágicos, cenouras enormes, as couves mais deliciosas do reino, etc. O hotel chamava-se “ Pó Mágico”. Havia também perfumarias, livrarias...
Bom, mas continuando, a principal organizadora das festas era a fada Violeta, conhecida por ser mais bonita do reino. Tinha cabelos dourados, olhos verdes e andava sempre perfumada.
Faltavam quinze dias para a noite mais desejada! As prendas iriam ser deixadas nessa mesma Árvore, com etiquetas, para todos os habitantes. As crianças estavam ansiosas e conversavam umas com as outras.
- Eu pedi ao Pai Natal uma caixinha de música! - exclamou a Cecília.
- Eu pedi um saco de pó mágico, para voar! - informou a Elizabete.
E por aí adiante.
Como os enfeites da Árvore eram guardados num armazém, pois ela levava muito tempo a ser decorada, tinham de ser arrumados todos os dias.
Então, certa manhã, quando as fadas decoradoras foram ver ao armazém, tudo tinha desaparecido.
- Ai, não sei como isto foi acontecer!!!- chorava uma.
- Ah! Pobres crianças! Vão ficar desoladas!- soluçava outra.
Todos andavam apressados à procura dos ornamentos.
Passaram dias e dias, até que chegou a véspera do dia vinte e quatro. Toda a gente procurou esconder aquilo das crianças.
Naquela hora, a fada Violeta estava na sua casa a beber um chocolate quente perfumado com rosas e a comer os típicos bolinhos de abóbora e menta. A certa altura, começou a ouvir umas pancadinhas secas vindas da chaminé.
- Que será isto?- interrogou-se Violeta.
Então foi ver. Deu com o Pai Natal a tentar escorregar para a cozinha.
- Ah!!! Pai Natal!- exclamou Violeta.
- Oh! Oh! Oh! Sim, sou eu, Violeta!- informou o Pai Natal.
- Mas porque vieste à minha humilde casa?
- Vim devolver-te os enfeites que a fada Lídia te tinha roubado.
- A fada Lídia?- perguntou, surpreendida, Violeta.
- Sim, ela mesmo. Mas esquece isso. Prepara-te, amanhã vais ter uma enorme surpresa.
Dito isto, o Pai Natal desapareceu.
- Pai Natal! Pai Natal! Oh, não!!! Desapareceu- exclamou, tristemente,
Violeta. – O que será essa surpresa?- pensou ela.
No dia seguinte, à noite, uma enorme luz entrou por todas as janelas do reino.
Todos vieram à rua. Uma Árvore de Natal gigante erguia-se no meio. Uma dezena de pirilampos rodeou. Começaram a chover estrelas. Que lindo! A Árvore estava rodeada de prendas! Com etiquetas e tudo!
Começaram a desembrulhá-las. Todos reconheceram que aquele seria o melhor Natal das suas vidas! E viveram felizes para sempre.
Texto elaborado por: Ana Francisca Franco, 5.º D
"Um Natal quase perdido"
Era uma vez, na Serra da Estrela, uma família de três elementos: mãe, pai e filha. A Joana, a filha, olhava tristemente pela janela. Lá fora, chovia e nevava intensamente. Joana voltou para junto da lareira e, olhando o temporal pela janela, perguntou à mãe:
- Mãe, achas que o Pai Natal virá com este tempo?
- Claro que vem, fofinha. O Pai Natal nunca falta a um Natal. - disse a mãe tranquilizando a filha.
Mas a pobre Joana não pensava da mesma maneira, aliás todas as crianças pensavam que, nesta noite tão especial, não teriam presentes.
Lá nas estrelas, o Pai Natal estava muito preocupado, as renas recusavam aventurar-se com aquele tempo. O Pai Natal animava-as:
- Vá lá! O tempo não está assim tão mau, e se formos, prometo que quando chegarmos vos darei uma dose extra de erva do paraíso. – dizia ele em tom desesperado.
Mas as renas não cediam. Estava complicado, que renas tão teimosas, pensava.
Até que teve uma ideia: como a erva do paraíso deixava as renas mais aventureiras. Deu uma dose de erva a cada uma e assim, elas só queriam voar.
O Pai Natal pôs os presentes no trenó e as renas voaram pelo temporal, mas não foram muito longe. Um relâmpago assustou-as e o Pai Natal perdeu o controlo do trenó, caindo num lago gelado.
Na Serra da Estrela era quase meia-noite e nem sinal do Pai Natal. Quase todas as crianças choravam, incluindo Joana. Os pais não sabiam o que fazer, na verdade até já eles pensavam que este ano não haveria Natal.
Até que, na praça, um lenhador que tinha assistido a tudo, foi pedir ajuda para que se conseguisse tirar o Pai Natal do lago.
Um grupo de pessoas seguiu o lenhador até ao lago onde se encontrava o Pai Natal e as renas, e o mais importante para as crianças, os presentes.
O Pai Natal e as suas renas estavam quase a morrer congelados. Enquanto um grupo procurava as renas, o outro procurava o Pai Natal, mas ninguém chegava aos presentes.
A sorte, a maravilhosa e escassa sorte, por fim, surgiu. Um pescador estava entre as pessoas e com a sua cana alcançou todos os presentes.
O Pai Natal entregou-os a todas as crianças no preciso momento em que soou a primeira das doze badaladas da meia-noite.
O Pai Natal despediu-se e as famílias regressaram às suas casas.
Grande susto se apanhou na Noite de Natal! Um Natal que para a Joana será inesquecível.
Margarida Grácio Romana, 5º D Nº 18

Texto de Natal - "A rena desconhecida"


No Pólo Norte, situado na Antárctica, como sabemos os Invernos são longos e rigorosos, com noites muito compridas e dias curtos e gelados.
A neve cobria todos os Iglos e a fábrica do Pai Natal.
As renas estavam na sua casa, o estábulo. Ainda faltava um mês para o Natal. Para as crianças é muito tempo, mas para o Pai Natal era pouco.
Ainda tinha que preparar as prendas e também as renas.
Passou o mês e o Pai Natal já tinha tudo pronto. Só estava à espera que chegasse a meia-noite para distribuir os presentes no seu trenó.
Quando estava a chegar à cidade mais próxima, encontrou uma rena desconhecida, junto do rio. Estava ferida, tinha uma patinha partida. Ela chorava, à beira do rio.
As renas do Pai Natal começaram à procura de algo e encontraram a Mãe Natal que também estava ferida. Tinha vários arranhões no corpo e não conseguia falar. O Pai Natal levou-as para sua casa, e nessa noite, conseguiu curá-las.
As crianças de todos os países perguntavam para si mesmas:
- O Pai Natal não vem este Natal?
E os pais respondiam:
- Se o Pai Natal não vier está noite, virá na próxima. Não se preocupem. Ele há-de vir!
Assim foi! Na noite seguinte, o Pai Natal apareceu com a Mãe Natal e as suas renas.
As crianças pulavam de alegria e lançavam grandes sorrisos.
Depois de terem distribuído todas as prendas, em todas as cidades, regressaram no seu trenó.
Chegados a casa, foram todos ao estábulo tratar das renas, e depois, para o seu Iglo descansar. Estavam todos muito cansados pois percorreram um longo caminho. Contudo, estavam felizes.

Texto elaborado por: Alice Piteira 6ºC Nº1


O Natal de África
Era uma vez, e África, um menino pobre e triste que queria ter uma família.
Quando chegava o Natal, o menino via os seus amigos junto das suas famílias e sentia-se muito tristonho.
Durante o Natal não pedia outra coisa que não fosse uma família. Mas uma família com paz, amor, saúde, carinho, alegria e, acima de tudo, com muitos alimentos.
Para ele, essa noite não tinha significado nenhum, mas para os outros meninos tinha muito, muito significado.
Quando ouvia falar no natal chorava, chorava e chorava, continuando a pedir uma família.
Cada ano via passar mais um Natal e o seu sonho não se tinha realizado.
Quando regressava à escola, os seus amigos dirigiam-se logo a ele e perguntavam-lhe:
- Bruno, como foi este Natal?
- Para mim não foi Natal!
- Porque é que para ti não foi Natal? – perguntavam-lhe os amigos.
- Porque cada vez que eu peço uma família, não ma dão – respondeu Bruno já com as lágrimas ao canto dos seus olhinhos.
- Vais ver que o teu sonho irá realizar-se - responderam os seus amigos, com pena.
- E vocês. O que receberam neste Natal? – perguntou o Bruno.
- Eu e a minha família recebemos um saco dos grandes, recheado de alimentos! – respondeu o Miguel.
- Eu recebi muta roupinha! – respondeu a Beatriz.
Passaram-se meses, meses, meses e meses. Chegou mais um Natal.
O Bruno ansioso pediu o que mais queria.
Quando estava a escrever a carta, viu um homem de barbas brancas, com um fato muito avermelhado, com muitas pessoas atrás. A seu lado vinha um casal.
De repente, viu aquelas pessoas todas dirigirem-se a ele e perguntaram-lhe:
- Tu é que és o Bruno?
- Sim, sou eu!
- Ouvi dizer que querias ter uma família (pai e mãe). É verdade?
- Sim, é verdade!
- Então venho trazer-te este senhor e esta senhora para serem teus pais! Respondeu o Pai Natal.
Logo, logo, o Bruno não queria acreditar no que estava a acontecer!
- Parece que o meu sonho se realizou! – pensou ele.
- Olá Bruno! Eu sou o teu pai e eu a tua mãe. Agora já podes passar um Natal com muito amor, carinho e amizade! – exclamaram o Pai Natal e, simultaneamente, os pais do Bruno.
Assim, Bruno passou a sentir-se igual aos outros seus amigos.

Texto elaborado por: Ana Sofia, 6.º C, n.º 3

Torneio de Futsal


No último dia de aulas do 1.º Período realizou-se um Torneio de Futsal de Natal no qual foi possível aliar desporto e convívio. A iniciativa foi da turma do 9.ºB com a colaboração dos professores de Ed. Física.

Na foto vemos as equipas finalistas. O Torneio foi ganho com todo o mérito pela equipa do CEF1.

Actividades de Final de Período - Teatro




Os nossos alunos do Clube do Teatro, demonstraram, mais uma vez, os seus dotes de actores, representando uma peça no dia 18 de Dezembro inserida nas Actividades de Final de Período.

Almoço de Natal




No dia 17 de Dezembro realizou-se o almoço de Natal no Restaurante "Celeiro". A ocasião foi ideal para os alunos do Curso de Educação e Formação - Serviço de Mesa colocarem em prática os conhecimentos que têm vindo a adquirir. Assim, o almoço foi servido por este conjunto de alunos que estão de parabéns pela excelente prestação.

Teatro


No dia 12 de Dezembro os alunos do 2.º e 3.º Ciclos da nossa Escola assistiram a uma sessão de teatro intitulada “Robin Hood and the Riddles of Sherwwood Forest” apresentado pela companhia Avalon Theatre Company no Cineteatro de Moura.

Corta-Mato Escolar





Dia 11 de Dezembro decorreu o Corta-Mato Escolar numa iniciativa conjunta com as Escolas Secundária e Profissional de Moura. Parabéns aos participantes. Futuramente disponibilizaremos aqui o nome dos vencedores e apurados para a Fase Distrital.

Desporto Escolar - Curso de Árbitros de Futsal


No dia 10 de Dezembro decorreu na nossa Escola o Curso de Árbitros de Futsal do Desporto Escolar/ Fase Escola. Participaram na formação os alunos: Miguel Bate, Carlos Pica, Ruben Gafanho, Tiago Floreano, Rui Pinto, Jorge Raposo, Carlos Duarte, José Galante, Álvaro Faria, Miguel Galante e Nélson Fialho.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Poesia

Amanhã...
Amanhã é outro dia,
Amanhã é outro dia sem ti.
Amanhã é outro dia igual ao de hoje.
Amanhã irei ficar à tua espera mais uma vez.
Ai, amanhã...é sempre a mesma coisa,
amanhã será outro dia cinzento, pois não estarás aqui ao pé de mim!


És o meu sol.
És a luz que me ilumina.
Às vezes não sei o que sinto.
Raiva?! Não...
Será amor?
Não sei explicar...
Não quero confundir sentimentos.
Não aguento mais!
Amo-te!

O que me aconteceu? sinto-me diferente...
Sou uma pessoa nova. Não sei se estou pior, mas só sei que agora quero levar a vida a bem, sem discussões. Só quero ser feliz e dar valor às coisas mais simples da vida. Quero ver as coisas com outros olhos.
Vida só temos uma.
Preciso de ti. Fazes parte de mim. Tu completas-me, sem ti não sei viver, não sei sorrir.
Nunca me deixes, é só o que te peço.


Anónimo

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Dia Mundial do Não Fumador


No âmbito do "Projecto Educação para a Promoção da Saúde", a turma C, do 6º ano, realizou algumas actividades para: o alerta do Consumo do Tabaco e Sensibilização para uma Escola Sem Tabaco .
Tratámos do tema na disciplina de Língua Portuguesa, produzindo, interpretando e fazendo o tratamento dos textos.
Começámos por verificar que fumar é um hábito muito perigoso, um fardo muito pesado para a saúde e bem-estar de pessoas em todo o mundo.
Seguiu-se a sensibilização do referido tema e adquirimos conceitos como: Tabagismo, substâncias irritantes, monóxido de carbono, nicotina, alcatrões e agentes cancerígenos. Falámos, também, de riscos respiratórios, cardiovasculares e riscos cancerosos.
Consciencializámo-nos que o tabaco é a causa de um número muito elevado de mortes prematuras, de que milhares de pessoas consomem diariamente muitos milhares de cigarros, charutos, cachimbos, cigarrilhas e que muitas crianças e jovens são consumidores de tabaco devido a várias causas, essencialmente sociais e comportamentais.
O número de fumadores passivos (aqueles que respiram o fumo dos outros) cresce a par dos que fumam.
Por todos estes motivos escrevemos frases referentes a regras que se aplicam a todos.
Levámos essas regras para aulas de E.V.T. e com a ajuda de uma pesquisa de imagens alusivas ao tema, realizámos cartazes que esperamos serem uma ajuda para a reflexão de todos os que "pararem" para os ver e ler no dia 17 de Novembro _ Dia Mundial Do Não Fumador.
Nunca é tarde demais para parar.
Libertar-se do tabaco é algo maravilhoso e quando alguém vos convidar para fumar a resposta deve ser:
_ Não. Obrigada!

Texto produzido pela turma C do 6º ano

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Dia Mundial da Alimentação




"No dia dezasseis de Outubro de 2008, as turmas de 6º ano de Ciências da Natureza da Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Moura, no âmbito da comemoração do Dia Mundial Da Alimentação, desenvolveram a seguinte actividade:

— Exposição de trabalhos efectuados pelos alunos relativos à roda dos alimentos, pirâmide alimentar e regras de uma alimentação equilibrada;
— Distribuição gratuita de fruta a toda a comunidade escolar no átrio da escola e no bar/sala de convívio;
— Elaboração e montagem de uma roda dos alimentos no bar da escola, com alimentos frescos, bem como, arranjos com fruta nos centros das mesas, durante o período do pequeno – almoço e ao longo de todo o dia.

Com o patrocínio dos supermercados Pingo Doce e Intermarché, que nos facultaram a fruta e todos os produtos frescos utilizados para a realização da actividade, conseguiu-se atingir os objectivos pretendidos, a saber:
— Regras de uma alimentação equilibrada e saudável;
— Promoção do consumo de fruta e legumes em maior quantidade, assim como, de leite, de sumos naturais e de água;
— Redução do consumo de gorduras, de sal e de açúcares.

A actividade foi considerada envolvente e bem sucedida, pois traduziu-se na participação activa de toda a comunidade escolar."

Dia Mundial da Alimentação




"Hoje dia 16 de Outubro celebra-se o Dia Mundial da Alimentação". Esta comemoração teve início em 1981 e é, na actualidade, celebrada em mais de 150 países. Considera-se uma data muito importante para consciencializar a opinião pública sobre as questões da nutrição e alimentação. A referida data assinala, ainda, a fundação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Como sabemos, todo o cidadão tem direito a uma alimentação acessível para que possa desfrutar de uma vida activa e saudável.

A Associação Portuguesa de Dietistas identifica como os 10 mais importantes Direitos à Alimentação os seguintes:

1-Direito a pelo menos 3 refeições diárias;
2-Direito à alimentação a custo acessível e justo;
3-Direito a uma alimentação saudável;
4-Direito a uma alimentação variada;
5-Direito a comer em porção variada;
6-Direito ao prazer da alimentação;
7-Direito a uma alimentação de qualidade;
8-Direito à segurança alimentar;
9-Direito à informação alimentar;
10-Direito ao aconselhamento nutricional por um dietista.

Para comemorar esta data importante, a nossa turma, nas aulas de Ciências da Natureza realizou cartazes com a Roda dos Alimentos que foram afixados na escola para que todos os nossos colegas ficassem a conhecer os alimentos e as suas classes.

Na aula de Língua Portuguesa, a professora fez uma sensibilização para este tema e nós produzimos textos.

O que nos aflige é que nem todas as pessoas liguem à sua alimentação e, assim, arranjem problemas de saúde.

Mais grave ainda é haver, em certos países/regiões, adultos e crianças que não comem"bem nem mal". Simplesmente não têm nada para comer."

Texto realizado pela turma do 6.º C na disciplina de Língua Portuguesa

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Visita de Estudo do 6.º C aos Canarinhos


"No dia 25 de Setembro de 2008 cerca das 14h e 30 minutos a turma do 6.º C partiu rumo à barragem de Alqueva, para uma visita de estudo integrada no projecto: "Clube de Protecção Civil", a desenvolver nas aulas de Área de Projecto, com os objectivos de ver o helicóptero e as instalações dos Canarinhos e saber como funciona o ataque de 1.ª Intervenção aos Incêndios Florestais.

Quando chegámos ao nosso destino já estavam os Canarinhos à nossa espera para nos mostrarem as instalações e, claro o helicóptero! Já tinhamos, portanto, algumas perguntas para lhes fazer, às quais eles responderam de muito bom grado.

Tiveram a disponibilidade de nos mostrarem o dormitório, o refeitório, a sala das comunicações, entre outras divisões. Posteriormente deram-nos a conhecer o helicóptero, tanto por dentro como por fora e fizeram-nos uma demonstração de como seria se eles tivessem que sair para apagar algum fogo.

Foi muito interessante ver o helicóptero a descolar da pista. Os Canarinhos fardaram-se a rigor e mostraram-nos todo o material que levam consigo quando têm de sair.

Gostávamos de ter andado no helicóptero pois nunca andámos e seria uma experiência única nas nossas vidas.

Achamos que estas visitas de estudo são muito positivas para a nossa aprendizagem pois além da teoria aprendemos muito com a prática."

Henrique Chibito

6.º C, n.º 9





domingo, 21 de setembro de 2008

Abertura do Novo Ano Lectivo 2008/2009


A Presidente do Conselho Executivo, Idalina Passos, procedeu à habitual abertura do ano lectivo no passado dia 12 recebendo os alunos que, pela primeira vez, chegam à nossa Escola.

Recepção aos novos alunos com música


Os novos alunos da Escola e os seus Encarregados de Educação assistiram a um momento musical dos meninos do 6.º ano.

Actividades de recepção aos alunos de 5.º ano


O Grupo de Ed. Física recebeu os alunos de 5.º ano com uma prova desportiva de estafetas.

EB1 de Sobral da Adiça...Para recordar

video
video

Vamos Recordar?

Aqui ficam alguns dos melhores momentos, do ano lectivo anterior, das Escolas de 1.º ciclo do Fojo e Sobral da Adiça
video

terça-feira, 15 de julho de 2008

Boas Férias :)

Chegou ao fim mais um ano lectivo. Espero que aproveitem as férias ao máximo. Até Setembro ;)

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Festa de Final de Ano da EB1 Sete e Meio


MASTRO na Escola do Sete e Meio Envolve a Comunidade

No dia 19 de Junho de 2008, pelas 20 horas, professores, educadoras, Associação de Pais do Sete e Meio, alunos, auxiliares, com a colaboração da Junta de Freguesia de S. João Batista e da Câmara Municipal de Moura realizaram a Festa de Final de Ano.
Todas as turmas do Pré- escolar e do 1º Ciclo apresentaram canções, danças, dramatizações…

Alguns pais também quiseram participar com canções.
Para terminar a noite, o baile foi animado pelo músico Roberto Carlos.
Os finalistas do Pré-Escolar e os alunos do 4º ano receberam uma lembrança.

Queremos terminar o ano escolar agradecendo à Associação de Pais do Sete e Meio, todo o empenho e a todos os que contribuíram para o êxito desta festa.
ATÉ PARA O ANO!












segunda-feira, 16 de junho de 2008

Curso de Jardinagem e Espaços Verdes


Esta é a turma do CEF II do Curso de Jardinagem e Espaços Verdes. A estes alunos e ao seu mestre, professor Manuel Freitas, se deve o facto dos espaços exteriores da nossa Escola estarem mais bonitos e bem aproveitados. Os nossos Jardineiros são: Cátia, Francisco, Joaquim, Gonçalo Infante, Gonçalo Malato, José Barão, Luís, Rui, Lúcia, Soraia e Vitória.

Os nossos jardineiros em acção :)


Estes são alguns dos nossos alunos do Curso de Jardinagem e Espaços Verdes...com as mãos à obra :)

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Desportos Radicais




As duas turmas do 9.º ano da nossa Escola puderam aproveitar ao máximo dois dias de desportos radicais numa visita a um parque deste tipo de desportos em Bucelas, perto de Lisboa. A diversão foi uma constante e esta foi uma excelente forma de terminar o ano lectivo para começar a preparar os exames que se avizinham.

Actividades da Escola EB1 Sete e Meio - Marcha do Coração




"No dia 6 de Maio de 2008, participámos na Marcha do Coração, organizada pela Câmara Municipal de Moura.
Partimos, juntamente com as outras escolas, do Largo Santa Comba.
Levávamos todos, um coração em cartolina, com um lema escrito: “CORAÇÃO FORTE VIDA COM SORTE”.
Caminhámos pelas ruas da cidade até ao castelo, onde lanchámos: uma barra de cereais e uma garrafa de água.
No castelo fizemos ginástica com a orientação da professora Teresa.
De regresso à escola fizemos uma brincadeira: gritámos no túnel do castelo.
Gostámos muito, pois faz bem ao coração.Valeu a pena!..."

Texto colectivo 2º F - EB1 do Sete e Meio – Moura



Apesar de já ter passado algum tempo, recordamos aqui o piquenique realizado pelas turmas do 2º e 3º anos da EB1 do Sete e Meio, no dia 14 de Março, ao campo, na estrada da Barca, como actividade de final de 2º período

Festa de Encerramento







O Cine-Teatro de Moura foi palco do encerramento do ano lectivo com várias actividades desde a dança, teatro e música. Aqui ficam alguns dos melhores momentos da noite..


video

Jantar de Convívio do 9.º A


A turma do 9.º A encerrou o ano lectivo com um jantar convívio com professores da turma e familiares no qual foi possível fazer o balanço de mais um ano cheio de emoções e momentos bem passados. A noite terminou com muita alegria, lágrimas e sorrisos e houve, ainda, lugar para a atribuição de diplomas, música e dança.

Turma do 9.º A - Jogo Pais x Filhos


Na quarta-feira, dia 11 de Junho a turma do 9.º A organizou um jogo de futebol de pais contra filhos a decorrer no campo exterior da Escola. Este jogo de convívio serviu de aperitivo ao jantar de despedida da turma que estava previsto para as instalações do bar da Escola.

Ao jogo juntaram-se, ainda, alguns professores convidados e o quadro completou-se com vários familiares a assistir ao duelo enquanto se esperava pela hora do jantar/ convívio.

Foi um fim de tarde em que o mais importante foi a interacção dos intervenientes, porém fica o resultado para a história...Filhos 7 - Pais 6 :)

terça-feira, 27 de maio de 2008

Torneio de Futsal


Desde o passado dia 7 de Maio tem sido organizado pela professora Susana Vila Nova um Torneio de Futsal às 4.ª feiras à tarde com a participação de muitos alunos. Nos dias 14 e 21 do mesmo mês o número de equipas aumentou significativamente pelo que se encontraram a disputar jogos alunos de todos os escalões etários, uma equipa feminina, alunos da Escola Secundária, dos cursos de CEF, da Escola Profissional e da Inovinter.
O convívio entre alunos tem sido saudável e o espírito desportivo mantido em todos os momentos.

Provas de Aferição de Lingua Portuguesa e Matemática


Nos dias dezasseis e vinte de Maio realizaram-se na nossa Escola as Provas de Aferição de Língua Portuguesa e Matemática respectivamente. Todos os alunos do 4.º e 6.º anos de escolaridade estiveram envolvidos bem como toda a comunidade educativa. As classificações das prova não são contabilizadas para avaliação dos alunos, contudo esperemos que, tanto na nossa escola como a nível nacional, se verifiquem melhores resultados que no ano anterior.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Futsal - Desporto Escolar: Jogo Serpa x Moura


A equipa da nossa escola terminou o campeonato com uma vitória contundente sobre a equipa de Serpa por 12-2. Os atletas empenharam-se ao máximo e manifestaram a sua superioridade com boas jogadas e muitos golos. Os marcadores: Tiago Floreano (4 golos), Miguel Galante (4 golos), Carlos Pica (2 golos) e Carlos Duarte (2 Golos).

Alcoolismo - Testemunho

A culpa é do Álcool

O drama da minha família


"Em relação ao álcool tenho um episódio muito triste para contar:

O meu avô, pai do meu pai, morreu por culpa do álcool. Quando o meu avô saiu da marinha ficou desempregado, então ele refugiou-se no álcool durante anos. Teve fases melhores, numa dessas fases em que se encontrava menos mal casou-se com a minha avó Benedita e dessa relação nasceram dois filhos: o meu tio Paulo e o meu pai, Carlos.
A minha avó achou que se viessem viver para a terra do meu avô, junto da família dele, as coisas iriam mudar. Mas, foi exactamente o contrário, ele entregou-se ao álcool e perdeu a vontade de viver. Esteve várias vezes internado nos hospitais e fez oito desintoxicações, mas sem sucesso. Sofreu muito e fez sofrer todos à sua volta.
Hoje em dia morrem por ano 75.000 pessoas vítimas do álcool. Os jovens cada vez mais começam a beber mais cedo e sem limites.
Espero que este meu testemunho da história do meu avô sirva para alertar as pessoas de como é perigoso o álcool para a saúde. Enfim, espero que a história do meu avô Marcelino Piteira, de 47 anos, que morreu vítima de uma cirrose sirva de um exemplo para as pessoas terem em conta o perigo do álcool."

Rita Isabel Costa Piteira - 6ºB

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Desporto Escolar - Jogo Pias x Moura


No penúltimo jogo a disputar pela equipa masculina de Futsal do DE a nossa equipa deslocou-se a Pias para defrontar uma equipa forte que disputa connosco o 2.º lugar do grupo. A equipa entrou muito bem no jogo e chegou ao intervalo com uma vantagem confortável de 4 golos sem resposta. Na segunda metade do jogo a equipa da casa aumentou a pressão e conseguiu o empate, porém a vontade e empenho dos nossos jogadores foi superior e dilatamos o marcador para 4-5 com o qual viria a terminar o jogo. Parabéns a todos os atletas pela excelente vitória :)

domingo, 13 de abril de 2008

MegaSprinter - Representantes da Escola


No dia onze de Abril, alguns alunos da a nossa Escola deslocaram-se a Beja para participar na Prova de MegaSprinter que reunia diversos alunos/ atletas de várias Escolas da região em provas de resistência (MegaKilómetro), saltos (MegaSalto) e velocidade (MegaSprinter).


Os nossos representantes: Cláudia Semião, Nadja Ferreira, Francisco Venâncio, João Alfaiate, João Clérigo, Ana Galanducho, Benjamim Barão, Carlos Duarte, José Barão e Arsénio Fialho.


Os alunos João Alfaiate, Cláudia Semião e Ana Galanducho foram apurados para a prova Final, porém apenas o João e a Cláudia obtiveram lugar no pódio com um 1.º e 3.º lugares, respectivamente.

Atletismo - MegaSprinter


O aluno João Alfaiate, venceu a prova de MegaSprinter. O aluno conseguiu o apuramento em primeiro lugar, facto que fazia prever as melhores expectativas para a prova final. Assim, o João foi primeiro classificado pelo que irá representar a nossa Escola na Fase Nacional a decorrer na Covilhã no próximo mês de Maio. PARABÉNS AO CAMPEÃO :)

Atletismo - MegaSprinter


A aluna Cláudia Semião sagrou-se 3.ª Classificada na prova de MegaSprinter, 40m Velocidade, no Escalão de Infantil A. A Cláudia conseguiu o apuramento e disputou a final com mais 7 atletas conseguindo obter um meritório 3.º lugar. Parabéns à atleta :)

Desporto Escolar/ Futsal - Barrancos x Moura


No passado dia 9 de Abril, a equipa masculina de Futsal da nossa Escola perdeu, provavelmente, a oportunidade de aspirar ao 2.º lugar perdendo em Barrancos por 4-2. A equipa entrou mal no jogo permitindo o 2-0 ainda no 1.º período. Os jogadores acusaram o desnível do marcador e raramente conseguiram impor a sua superioridade em campo evidenciada no jogo em casa em que levaram de vencida esta mesma equipa por expressivos 14-2. Vale a lição retirada de que não há vencedores antecipados e de que os jogos têm de ser todos encarados com o mesmo empenho.

quinta-feira, 20 de março de 2008

Actividades de Final de Período - 1.º Ciclo




As Escolas do 1.º Ciclo do Agrupamento fizeram o encerramento do 2.º período lectivo através de várias actividades recreativas. Na Escola EB1 do Fojo foi possível verificar as diversas brincadeiras e jogos organizados para todos os alunos tal como na EB1 do Sete e Meio. Por outro lado, algumas das outras Escolas do Agrupamento optaram por uma saída para piquenique aproveitando para estar mais perto da Natureza.

Caminhada pela Saúde


Na manhã de sexta-feira, dia 14 de Março realizou-se a Caminhada pela Saúde na qual alunos e professores aproveitaram para estar mais próximos da Natureza num misto de convívio e exercício físico.

Torneio de Duplas de Voleibol


No último dia do 2.º Período a manhã ficou assinalada pela organização de um Torneio de Duplas de Voleibol em parceria com a Escola Secundária de Moura. Os alunos aderiram à iniciativa e mostraram os seus dotes de voleibolistas :)